segunda-feira, 11 de julho de 2016

CONTRATO PEDAGÓGICO

CONTRATO PEDAGÓGICO – FILOSOFIA PROFª ANA CAMPANA – 2017

I – Entradas e saídas
1)Entrada atrasada somente no primeiro horário com tolerância máxima de 15 minutos e de uniforme;
3) Saídas da sala, para qualquer finalidade, somente na hora do recreio ou com autorização do professor;

II – Material escolar e cuidado com a escola
1) O aluno tem por obrigação trazer o material solicitado para cada disciplina, sendo de sua responsabilidade o cuidado com os mesmos;

2) O aluno terá a matéria disponibilizada na sala de apoio e eletronicamente no blog do professor https://ejafilosofando.blogspot.com.br/ sendo que toda a atividade o aluno terá que fazer por escrito no caderno.

III – Aspectos Comportamentais
1) Dentro de sala de aula, não atrapalhar (com atitudes indisciplinares) o andamento das atividades, respeitando e seguindo as orientações do Educador.

2) Uso de aparelhos eletro eletrônicos em sala de aula (celulares, fone de ouvido, acesso a internet) somente permitido com autorização do professor e durante as atividades, noutras ocasiões devem permanecer desligados ou silenciosos;

3) Não é permitido ao aluno realizar atividades de outras disciplinas durante as aulas de Filosofia;

4) Não é permitido ao aluno mexer nos aparelhos tecnológicos da sala de aula; Será notificado e encaminhado para a SOE;

IV – Avaliação
1) O aluno tem direito a avaliações por bimestre com notação de 1 a 5, podendo ser uma prova, um trabalho em equipe e/ou uma atividade na classe ou virtual, sendo que não alcançando os objetivos terá direito a recuperação no final do semestre;

2) Trabalhos e atividades extra classe terão prazo e valem 2 pontos. Se passar do prazo esse valor diminuirá a cada semana em 0,5.

3) O aluno terá direito a uma nota no bimestre observando os aspectos qualitativos a saber: presença superior na disciplina, realização das atividades, organização do seu caderno, participação nas aulas. Valendo 3 pontos.

Avalição 5,0 ptos 
Pesquisa extra classe 2,0 ptos 
Atividades avaliativas sala aula 3,0 ptos = 10,0 pontos



Ana Campana

..

sábado, 9 de julho de 2016

Ética e Esportes

Ético significa tudo aquilo que está relacionado com o comportamento moral do ser humano e sua postura no meio social. 
Ético refere-se à Ética, uma parte da filosofia que estuda os princípios morais que orientam a conduta humana. 

Mediante uma escolha que possa afetar terceiros, a ética funciona como um juiz que irá avaliar a escolha feita por cada pessoa. Um dilema ético surge quando há necessidade de se fazer uma escolha difícil, desagradável e que implica um princípio moral.
A forma de agir em sociedade determina o comportamento do indivíduo como ético ou antiético. 

Ser ético ou ter um comportamento ético refere-se a um modo exemplar de viver baseado em valores morais. 

É o comportamento definido socialmente como bom.

Deve-se ter em conta que cada sociedade possui suas próprias regras morais resultantes da própria cultura. 

Um comportamento antiético resulta da falta de ética ou de uma transgressão das normas definidas em um código ético.


Em áreas diversas como Medicina, Direito ou Administração existe um documento de texto, denominado código ético ou código de ética, utilizado como instrumento orientador das ações e postura dos profissionais através de práticas ideais e politicamente corretas.

Um profissional ético é aquele que atua sem prejudicar terceiros regendo-se por valores e padrões éticos.

2. Ler e discutir o texto no link


. 


Atividades
1. O que significa o termo Ético":
2. Como funciona a ética mediante uma escolha que possa afetar terceiros:
3. O que determina o comportamento do indivíduo como ético ou antiético:
4. O que seria um comportamento antiético:



....

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Somos livres"

"... na sociedade atual a TV dita o que é bonito, 

como se deve  vestir, agir e ser, 

o rádio dita o que se deve ouvir, 

e os jornais em quem se deve votar".


  Observe ao seu redor, poderá ver inúmeras pessoas usando roupas de preços absurdos, estampando no peito muitas vezes não uma camiseta que goste, mas sim uma marca famosa, uma peça que está na moda.

 Uma verdade é que cada vez mais as pessoas estão sendo rotuladas pelo que possuem. Consequência da grande e violenta força de manipulação da mídia na sociedade atual, onde a TV dita o que é bonito, como ser deve vestir, agir e ser, o rádio dita o que se deve ouvir, e os jornais em quem se deve votar.

  Hoje as pessoas seguem aquilo que lhes é imposto, desde um corpo forte ou esquelético até produtos de grifes famosas. Deixam de se auto-satisfazerem para satisfazer aos outros, um simples exemplo disso é a moda jovem, atualmente para todo lugar que se olhe pode-se ver um boné aba reta, camisetas coloridas, piercings e alargadores, sendo que á anos atrás essas coisas eram algo “raro”.

 As pessoas vêem na televisão, indivíduos ditos como perfeitos e os imitam em modo de agir, vestir, falar... “Quase 40% dos adolescentes norte-americanos que experimentaram cigarros fizeram isso porque viram nos filmes, afirmou um estudo divulgado em Novembro de 2005.”

Toda hora somos obrigados a engolir musicas ruins só porque os meios de comunicação dizem que são boas, então aceitamos tal fato como “a musica do momento”, sendo que esta não passa de uma letra sem sentido e repetitiva. 

  A mídia nos manipula até na hora de votarmos onde nos lembramos de tudo aquilo que vimos no jornal, sem nem ao menos sabermos da validade da informação.


Fato é que a sociedade hoje se encontra corrompida e sem ideais próprios, só é feito o que se deve fazer, só é pensado o que se deve pensar, somos fadados facilmente a viver da forma com que os “grandes” querem que vivamos, achamos que estamos em liberdade, mas a situação é o contrário disso.

Leia a letra da música abaixo e relacione-a com o texto de Voltaire para explicar se somos livres ao fazermos o que a televisão nos propõe.



Televisão
Titãs

A televisão me deixou burro, muito burro demais
Agora todas coisas que eu penso me parecem iguais
O sorvete me deixou gripado pelo resto da vida
E agora toda noite quando deito é boa noite, querida.
Ô cride, fala pra mãe
Que eu nunca li num livro que um espirro fosse um vírus sem cura
Vê se me entende pelo menos uma vez, criatura!
Ô cride, fala pra mãe !
A mãe diz pra eu fazer alguma coisa mas eu não faço nada
A luz do sol me incomoda, então deixo a cortina fechada
É que a televisão me deixou burro, muito burro demais
E agora eu vivo dentro dessa jaula junto dos animais.
Ô cride, fala pra mãe
Que tudo que a antena captar meu coração captura
Vê se me entende pelo menos uma vez, criatura!
Ô cride, fala pra mãe!

TITÃS. Televisão, 1985.

.




Fontes: